Entenda as tendências de marketing digital e saiba onde investir

Em período de recessão no Brasil, as tendências de marketing digital não poderiam ser melhores, o investimento no segmento cresceu aproximadamente 15% em 2015, e a expectativa é que este cenário venha ser intensificado devido alguns fatores como:

Escape para o digital.

Tenho recebido muitos donos de empresas, especialmente no setor de comércio que buscam expandir o alcance de seu negócio para internet ou mesmo substituir, eliminando gastos com loja física já que no meio digital conseguimos um investimento de baixo custo proporcional atingindo um público maior e com mais precisão.

Relacionamento com cliente

Hoje, não é mais possível tratar o cliente como sujeito passivo, é bem provável que entrar em contato com sua empresa ele já pesquisou seu histórico, seu produto, concorrentes, reviews de clientes anteriores.

Nesse mercado rápido e de especialistas é preciso estar sempre atento ao cliente, pois seu interesse pode se dispersar antes que você perceba.

Micro, pequenas e médias empresas

Essas empresas são a grande maioria no país e responsáveis pela maior fatia de mercado. Vimos nos últimos anos o reconhecimento de sua importância na economia com a criação de políticas de facilidades tributárias e movimentos de incentivo ao comércio especialmente através do SEBRAE.

Em busca de soluções mais precisas e acessíveis, a adoção de estratégias de marketing digital é quase uma regra e muita gente já percebeu.

Acessibilidade

Apesar de ainda observarmos problemas de velocidade, estabilidade e preço das conexões de internet móvel no Brasil; essa já é uma realidade a ser considerada.

Tendo em vista esses elementos básicos, podemos arriscar algumas previsões para o próximo ano.

Marketing de conteúdo

A primeira tendência a ressaltar é a importância do conteúdo, para consolidar sua marca na internet é preciso construir conteúdo relevante sobre seus próprios prdutos ou serviços e assuntos correlatos. Dessa forma vai ganhar destaque na rede e se aproximar cada vez mais dos potenciais clientes.

Essa técnica exige menos investimento financeiro e mais de tempo e dedicação. Altamente recomendada para empresas de qualquer segmento e porte.

A dica que podemos deixar é que planeje estratégias para divulgação de conteúdo, seja um blog, através de mídias sociais, vídeos informativos, infográficos ou e-books. Você ainda pode aproveitar para utilizar landing pages que vão te ajudar na captação de clientes (mas isso fica pra outro post).

Vantagens:

[list][list-child icon=”fa-check”]Até 5x mais visitas[/list-child][list-child icon=”fa-check”]Ciclo de vendas mais curto[/list-child][list-child icon=”fa-check”]Menor custo médio por lead[/list-child][/list]

Quer saber mais? Leia sobre inbound marketing.

Dispositivos móveis

A maior parte dos acessos a redes sociais provém dos dispositivos móveis e não podemos esquecer da importância dessas mídias nas estratégias de link building, referências externas de seu conteúdo relevantes ao seu nicho de mercado.

Temos ainda uma crescente de apps georeferenciados e sem contar que a GOOGLE lançou novas diretrizes para pagerank no último ano onde a experiência do usuário se tornou um dos principais critérios.

Portanto, se quer ver seu site bem posicionado na gigante das buscas é melhor começar a pensar em estratégias de marketing mobile e no desenvolvimento de website responsivo, que são capazes de se adaptar aos diferentes tamanhos de tela.

Big Data

Ainda não podemos mensurar bem todas as contribuições que o big data pode trazer ao marketing, mas podemos perceber sua importância crescente no planejamento de estratégias mais precisas através de métricas detalhadas de sua imagem virtual.

Analisando e cruzando alguns dados é possível desenvolver estratégias segmentadas que vão otimizar e muito o ROI (Retorno sobre investimento) de sua empresa.

Pensando nisso:

[list][list-child icon=”fa-check”]Fique atento as ferramentas de automação, podem ser de grande auxílio[/list-child][list-child icon=”fa-check”]Crie campanhas altamente segmentadas (Seja no Adwords, Face ads ou qualquer outro meio)[/list-child][list-child icon=”fa-check”]Utilize estratégias de redirecionamento de anúncios (retargeting ads)[/list-child][list-child icon=”fa-check”]E-mail marketing ainda pode e deve ser utilizado, mas de forma direcionada.[/list-child][/list]

Essas foram as tendências de marketing digital que na visão desse autor, devem crescer ainda mais em 2016.
E você, daria destaque a mais alguma? Compartilhe sua opinião!

Pin It on Pinterest

Shares
Share This